Descubra Como Mudar seu Financiamento Imobiliário: a tática pra pagar até 30% a menos na parcela

O financiamento imobiliário, algumas vezes, pode ser a única forma de se conseguir comprar um imóvel. 

 

Porém, não podemos esquecer dos juros que um financiamento imobiliário pode ter, o que pode tornar muitas vezes, esse financiamento inviável. 

Por isso, é necessário se encontrar formas de economizar no pagamento de juros. 

E você sabia que isso é possível? Que podemos economizar nesses juros e pagar bem menos no valor da parcela? 

Será sobre isso que falaremos neste artigo – a tática pra pagar até 30% a menos na parcela.

 

Para facilitar a sua leitura, o artigo foi dividido da seguinte forma:

  • Entenda como funciona o financiamento

 

 

  • 7 dicas de como reduzir o valor da parcela do seu financiamento – Até 30% a menos no valor da parcela
  • 1. Tenha uma conta salário associada ao seu financiamento 
  • 2. Faça uma antecipação das parcelas 
  • 3. Realize a compra antes mesmo do lançamento da obra 
  • 4. Procure dar uma entrada maior no financiamento
  • 5. Faça uma portabilidade do financiamento 
  • 6. Realize o financiamento pelo SAC 
  • 7. Utilize o seu FGTS para amortizar o pagamento

 

 

Entenda como funciona o financiamento

O financiamento se trata de um crédito que só pode ser fornecido por bancos, financeiras e cooperativas de crédito, no qual essa instituição financeira custeia todo o gasto que o cliente poderá ter no financiamento.

Neste caso, o cliente assume uma dívida não com o fornecedor do bem que foi adquirido, mas com o banco ou financeira.

E basicamente o financiamento pode servir para qualquer coisa. Porém, os considerados mais comuns, principalmente pelos brasileiros, são os imobiliários e de veículos.

Como é feito o pagamento do financiamento?

A dívida do financiamento é paga de forma decrescente, de modo que o valor das parcelas reduz conforme elas vão sendo pagas. 

E, na maioria das vezes, esse tipo de crédito fornece a possibilidade de longos prazos para o pagamento da dívida.

No entanto, haverá juros determinados em contrato, o que faz com que o valor a ser pago, por vezes, se torne muito oneroso, pois as parcelas se tornam maiores, e a expectativa de quitação da dívida, menor.

Por isso, a tendência de quem usa um financiamento para custear um bem de alto valor é naturalmente se surpreender com a quantidade de parcelas e os juros que são mensais, aplicados diretamente nas prestações.

E é dessa forma que, as instituições financeiras lucram com esse tipo de negociação.

Porém, não se preocupe, pois hoje temos formas de pagar bem menos no valor da parcela, em alguns casos, até 30%. 

E será sobre isso que falaremos a partir de agora:

 

7 dicas de como reduzir o valor da parcela do seu financiamento – Até 30% a menos no valor da parcela

 

  1. Tenha uma conta salário associada ao seu financiamento 

Ter o financiamento atrelado a uma conta salário, traz mais segurança ao banco onde será feito o financiamento.

Pois, esta é uma forma de segurança que o banco tem que você vai pagar. E, por mais que a redução dos juros não seja muito grande, já é alguma coisa.

Por isso, se possível, atrele o seu financiamento a uma conta salário, assim, a tendência é que os juros sejam menores e você pague bem menos no valor da parcela.

 

  1. Faça uma antecipação das parcelas 

Ao antecipar algumas parcelas do financiamento, você passa a ter uma redução dos juros. 

Neste caso, a nossa dica é que você pegue uma parte do seu 13º salário, bônus que tenha recebido ou mesmo algum dinheiro extra e utilize este valor para quitar algumas parcelas. 

 

  1. Realize a compra antes mesmo do lançamento da obra 

Você sabia que os imóveis que ainda estão em pré-lançamento são ainda mais baratos?

Ou seja, esta é uma ótima forma de reduzir o valor das parcelas. 

E você ainda pode também conseguir negociar os pagamentos no decorrer da obra.

Por isso, se possível, realize a compra antes mesmo do lançamento da obra. 

 

  1. Procure dar uma entrada maior no financiamento 

A maioria dos financiamentos exige uma entrada de, pelo menos, 20% do valor do imóvel. Por exemplo, um imóvel de R$ 200 mil, vai ser preciso dar uma entrada de R$ 40 mil.

O que muitas vezes pode ser um valor alto, o que vai depender da sua situação financeira.

Porém, saiba que, quanto maior for a entrada, as taxas de juros diminuem porque o valor do financiamento imobiliário será menor, isto é, as taxas de juros serão reduzidas.

 

  1. Faça uma portabilidade do financiamento 

Aqui, você pode, antes de fazer a portabilidade do financiamento, fazer uma pesquisa entre as instituições financeiras, para assim, comparar os juros cobrados. 

O que pode ser feito por meio do CET – Custo Efetivo Total. Neste caso, saiba que, quanto mais baixo for o CET, menor será seu financiamento.

 

  1. Faça o financiamento pelo SAC 

Sim, as parcelas são maiores, ainda no início pelo SAC – Sistema de Amortização Constante. 

Porém, elas vão caindo no decorrer do financiamento, ou seja, os juros são abatidos do saldo devedor.

Por isso, se você conseguir fazer um planejamento para arcar com essas prestações maiores, os juros serão menores.

 

  1. Utilize o seu FGTS para amortizar o pagamento

Você sabia que quanto menor for o tempo do financiamento, menores serão os juros cobrados?

Por isso, aqui uma dica muito interessante é utilizar o FGTS como forma de amortizar o pagamento. 

Dessa forma, você poderá reduzir o prazo do seu financiamento, reduzindo assim muitos juros.

 

Conclusão

Neste artigo você conheceu 7 dicas de como pagar bem menos no valor das parcelas do seu financiamento. 

Procure avaliar cada uma das dicas acima e tenha em mente que quanto mais poupar, melhor. 

Assim, você conseguirá dar uma entrada maior, reduzindo muito o pagamento dos juros. 

 

E aí? Já decidiu onde comprar o seu imóvel? Qual o valor do imóvel que você deseja?

 

Se precisar de alguma ajuda você pode contar com a Calamaro durante todo o processo. 

 

A Calamaro é uma empresa inovadora e que oferece aos clientes comodidade na busca por imóveis novos e acompanhamento em todo o processo de compra. 

 

Você poderá contar com todo o suporte na busca, na compra, nos processos legais e no financiamento do imóvel, tudo isso em uma plataforma de rede social. Uma solução completa e diferenciada no mercado.

 

Dúvidas, críticas ou elogios, deixem nos comentários. Até a próxima!!!

 

Fontes: 

 

https://edumoreira.com.br/financiamento-imobiliario-veja-como-economizar-no-pagamento-de-juros/

http://guilhermemachado.com/como-deixar-o-financiamento-do-seu-imovel-mais-leve-ou-curto/

https://financeone.com.br/como-diminuir-o-valor-da-parcela-de-um-financiamento/

https://www.imovelweb.com.br/noticias/mercado-imobiliario/como-deixar-o-financiamento-do-seu-imovel-mais-leve-ou-curto/

https://epocanegocios.globo.com/colunas/Seu-Planejamento-Financeiro/noticia/2019/01/tenho-um-financiamento-de-um-imovel-e-estou-com-dificuldades-em-pagar-parcelas-em-dia-o-que-fazer.html

https://blog.movingimoveis.com.br/guia-pratico-para-fazer-seu-financiamento-imobiliario-sem-problemas/

https://www.credipronto.com.br/blog/opcoes-para-quitar-o-meu-financiamento-imobiliario/

Comentários